Apanhador Só

by Apanhador Só

/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

1.
2.
3.
02:59
4.
5.
02:46
6.
03:15
7.
04:03
8.
9.
10.
11.
12.
13.

about

"Planejei comigo mesmo: assim que tivesse acesso, ouviria o disco inteiro, numa tacada só, antes de abrir a boca. Não consegui. Não passava da primeira música. Malditos venta a fuça lambe-fogo! Botaram 'Um Rei e o Zé' atravancando o trânsito. Com aquele solo de metais, uma continuação do assobio falho do Tom Zé em ‘Brigitte Bardot’. Ouvi trocentas vezes antes de continuar em frente. Minha favorita, logo de cara. Só conhecia de shows e ficou linda no álbum. Apanhador Só não é mais aquela banda que eu conheci há uns quatro anos, com as melhores linhas de baixo do rock nacional. Agora eles têm também timbres maravilhosos de guitarra. E o Kumpinski matando a pau nos vocais. Destacaria o hino 'Maria Augusta', agora mais dançante, e 'Jesus, o Padeiro e o Coveiro', frenética, em erupção. Já tô rouco de dizer: discaço." – Estêvão Bertoni (cantor, compositor e guitarrista)

"Um velho cego certa vez me disse para eu me fiar na solidão. Que ela instrui os sentidos. Que há mais filosofia numa sola de sapato que num livro, que um armário sabe mais histórias que um museu. Então me veio essa de construir um parque de diversões onde a única coisa a tocar fosse Apanhador Só. Quando o parque vai ficar pronto? Talvez no dia de não-sei-eu-quando, pois que a experiência demonstra: tudo que é cheio de nove-horas envolve muito balangandã e dor nas costas. Mas demore o que demorar, eu espero, só para poder colocar lá dentro todos os serezinhos dessa mitologia muito da singular que a Apanhador inventa, essa ciranda de padeiros e teoria da relatividade, café solúvel batido sem açúcar, reis conselheiros, garrafas quebradas e histórias de pescador, como um coral de caipiras num picadeiro lamentando um amor perdido, ao som das trombetas plásticas que vêm de brinde nos sorvetes de maria-mole. É assim que vai ser, e eu já enxergo a fila no portão. Propus sociedade ao velho, mas ele me mandou catar coquinhos. Prefere trabalhar na bilheteria. O primeiro disco da Apanhador Só é o parque de diversões da minha solidão." – Diego Grando (poeta)

credits

released April 11, 2010

Produção: Marcelo Fruet
Gravado e mixado em Porto Alegre entre a primavera de 2008 e o verão de 2010 no Estúdio 12 experiência sonora (com exceção das baterias nas faixas 1, 5, 7, 9, 10, 11 e 12, gravadas no estúdio Soma)
Masterização: Dave Locke (sob supervisão de Marcelo Fruet)
Projeto gráfico e direção de arte: Rafa Rocha
Ilustrações: Fabiano Gummo
Financiamento: FUMPROARTE

tags

license

about

Apanhador Só Porto Alegre, Brazil

contact / help

Contact Apanhador Só

Streaming and
Download help

Track Name: Um Rei e o Zé
Um Rei e o Zé
(Alexandre Kumpinski/Ian Ramil)

Um rei me disse que quem deixa ir tem pra sempre.
E me contou que só foi rei porque pensava assim tão diferente.
E eu, que andava assim tão Zé,
deixei que tudo fosse e decidi olhar pra frente,
mas não vi nada.

E o rei me disse "A pressa esconde o que já é evidente.
Foi do meu lado que eu achei o que me fez assim tão diferente."

E eu, que corria assim tão Zé,
deixei que tudo fosse e decidi mudar de frente,
mas não vi nada.

Não leve a mal,
eu só queria poder ter outra filosofia,
mas não nasci pra conversar com rei.

Não leve a mal.
Track Name: Pouco Importa
Pouco Importa
(Alexandre Kumpinski)

Só o que eu queria saber
Era quem tinha
Quebrado a minha garrafa
Enozado a minha tarrafa
– Que se dane! – xingou ela –,
A essa altura, pouco importa.
Nessa cidade nem tem mar
E tu não sabe escrever!
Track Name: Prédio
Prédio
(Alexandre Kumpinski/Diego Grando)

Não é o prédio que tá caindo,
são as nuvens que tão passando.
Não sou eu que não tô sorrindo,
é teu olho que, lacrimejando...
É a tua sorte que não tá fluindo,
é o teu norte que tá variando.
Não é o prédio que tá caindo.

Não é o prédio que tá caindo,
são as nuvens que tão passando.
Não sou eu que tô confundindo,
é confundindo que eu vou te explicando.
Te explicando é que não faz sentido,
sentido é o pára que te papapá!

Manobrando premissas sem ver
Que o prédio não tá caindo
Vem, que as nuvens não tão...

Não sou eu que não tô curtindo,
é teu coro que, desafinando...
Teu compasso que, diminuindo...
É a tua mira que tá mosqueando.
Não é o prédio que tá caindo.

Não é o prédio que tá caindo,
São as nuvens que tão passando.
E o meu vô continua vivo.
Track Name: Maria Augusta
Maria Augusta
(Alexandre Kumpinski/Fernão Agra/Drusko)

Maria Augusta, Antônio, Vera e José
Nos convidaram pra dançar um arrastapé
Se, por acaso, tu disser que não me quer
Eu vou correndo arranjar outra mulher

Tô rouco... tô rouco, aham
Tô rouco de saudade de você

Tô rouco... tô rouco, aham, meu amor
Tô rouco de saudade de você
Track Name: Peixeiro
Peixeiro
(Alexandre Kumpinski/Marcelo Noah)

Peixeiro sem pegada é sushiman.
Sei muito bem que não se encontram japoneses em Belém.
O nosso amor era uma posta de Fugu,
mas tá bem mais pra lambari.

Ouve minha voz no discman,
fica encucada,
não sabe se eu falo sério ou palhaçada,
não sabe se solta um muxoxo ou gargalhada
e vai teimando assim de ai em ai
em hahahahaha!

O nosso amor, uma garrafa de vinho
virando vinagre devagarinho.
Track Name: Bem-Me-Leve
Bem-Me-Leve
(Alexandre Kumpinski)

Eu pensava ter uma bicicleta
e pedalar até a tua rua
dizer que ainda sou tua

Eu queria ser um avião bem leve
pra sobrevoar o teu terraço
e tapar teu sol.

Fazer tu perceber
que sem eu aí não tem
ninguém pra te aquecer.

Perfume atrás da orelha,
vestido bem vestido,
um sorriso no rosto,
um punhado de amigos,
que é pra,
se acaso eu te encontrar um dia,
tu ver como eu ainda tô bonita.

Ou mais...
Ainda mais ainda

Ou mais,
ainda mais bonita.
Track Name: Nescafé
Nescafé
(Alexandre Kumpinski/Ian Ramil/Diego Grando/Marcelo Souto)

eu cuspo nescafé
e você chora leite
de manhã
amarro o meu sapato
e tu veste o sutiã

cadê o nosso amor? me diz onde
vou correndo pegar o bonde
que linha liga o teu coração ao meu?

almoço minha angústia
e tu ri com a cara na tv
eu tomo um conhaque
e tu fala em ter bebê

remenda o meu sorriso e, sorrindo,
me costura mais uma ruga
desfaz a casa que casa com o meu botão

me esqueço em pensamentos
e tu cobra um pouco de colchão
respondo qualquer coisa
e tu solta a minha mão

coloca teu calor na estante
vem, se deita tranquila e dorme
em que sonho eu sonho meu sonho igual ao teu?
que linha liga o meu coração ao teu?
em que tronco encontro talhado o meu nome e o teu?
que linha liga o meu coração ao teu?
Track Name: O Porta-Retrato
O Porta-Retrato
(Alexandre Kumpinski/Estêvão Bertoni)

O porta retrato
As pernas de fora
Na fotografia,
as férias na praia
Me lembram
das tardes de glória
A vida não volta
Com os meus cabelos.

Sorriso nas caras
O vai e vem das pernas
No fim da lembrança,
oos móveis da sala

Dezembro
As luzes das festas
retêm na memória
como se fotografia.
Track Name: Balão-de-Vira-Mundo
Balão-de-Vira-Mundo
(Alexandre Kumpinski/Felipe Zancanaro/Guile C.)

Balão-de-vira-mundo,
Não me venha incomodar
Deixa eu aqui sorrindo,
Bem-quieto-te-vi-lindo.

Nem tão depressa,
Que eu já até mudei de ideia
Quero mais
Que te enfureça, venta fuça, lambe fogo
Esperneia aço quente e, quando enfim chegar socorro,
Me destroi e a ti também
Pano, cesto, corda, peso
Até não sobrar mutuca
Até não sobrar...

Balão-de-vira-mundo,
Não me venha incomodar
Deixa eu aqui sorrindo,
Bem-quieto-te-vi-lindo.
Track Name: Jesus, o Padeiro e o Coveiro
Jesus, o Padeiro e o Coveiro
(Alexandre Kumpinski/Fernão Agra/Drusko)

Um gritou "Salva!"
E levou uma sova.
Outro gritou "Sova!"
E não levou nenhum crédito
na hora da multiplicação.

Um pregou "Calma!"
e foi direto pra cova.
Outro gritou "Cava!"
e não levou nenhum crédito
na hora da exumação.

Um gritou "Sova!"
Um gritou "Coma!"
Um gritou "Calma!"

Um gritou "Salva!"
E levou uma sova.
Outro gritou "Cava!"
e não levou nenhum crédito
na hora da exumação.
Track Name: Origames Over
Origames Over
(Alexandre Kumpinski)

Eu queria saber uma pá de acordes de cor
As cores das cordas de um violão,
recortar e colar

Que é pra cantar
meninas
pintar
esquinas
dobrar
origames over

Eu queria viver uma safra de amores menores
Cavar de um cavaco o troco do pão,
recolar e cortar

Que é pra cantar
meninas
pintar
esquinas
dobrar
origames over
Track Name: Vila-do-Meio-Dia
Vila do 1/2 Dia
(Alexandre Kumpinski/Fernão Agra)

No muro lá da rua, a gente já não pode mais pintar
No meu varal, há muito tempo, não tem roupa pra secar
O pessoal tá ocupado, o trago é sempre pra amanhã
No meio lá da rua ninguém brinca mais de rolimã

A coisa tá ficando preta
O céu já vai perdendo o azul
Vai lá, destampa essa panela
E passa a tranca na janela
Hoje eu não quero me arriscar

Eu tô zerado há mais de mês, já não tenho nenhum tostão
No meu quintal parou de dar maracujá, uva e limão
No bar da esquina, não nos deixam a cachaça pendurar
Mas com um beijo da Maria tudo vai se ajeitar
Track Name: E Se Não Der?
E Se Não Der?
(Alexandre Kumpinski/Diego Grando)

E se não der?
Eu choro ou continuo no faz-de-conta?

E se couber?
Me guardo ou continuo no faz-de-ponta?