/
  • Streaming + Download

    Includes high-quality download in MP3, FLAC and more. Paying supporters also get unlimited streaming via the free Bandcamp app.

      name your price

     

lyrics

SOPRO
[Fernão]

cego, quero a breve luz do sol
sombra me carregue
o tempo mede, o espírito me faz pesar

corpo, boca, pele, ponto fim
algo que nos vele
infinito exato do que cederá

o que nos celebra sem saber e quebra assim o que se saberá?
mesmo que o sólido princípio da matéria seja bela forma
que nos cega, luz estética que prega o fim é nada, nada..

será?

plana, plena, etérea, eterna, singela
mistério elementar
certa de pavor e adoração
nuvem de concreto que dissipará

esse eterno vício de sentir na pele o fruto que nos comerá
dentro desse círculo de vozes, faces, símbolos, futuro,
seja cura do efêmero princípio, sopro do que rege tudo ou nada, nada...

será?

credits

from Meio que tudo é um (2017), track released August 4, 2017
/ Violão, voz, flauta doce e coro - Fernão
/ Guitarra, baixo, surdo sucata, lata de manteiga, ovinho e coro - Felipe Zancanaro
/ Prato e borda de caixa - Alexandre Kumpinski
/ Bateria - Diego Poloni

/colagens/
Banda do exército tocando durante ensaio de formação no Parque da Redenção em Porto Alegre
Artista de rua improvisando em saxofone de PVC numa calçada de Medellín
Mariachis tocando trompete na Plaza Garibaldi na Cidade do México
Portão abrindo lentamente no prédio onde moram os guris da Selton em Milão
Clássicos do Jazz e da Bossa Nova.

tags

license

all rights reserved

about

Apanhador Só Porto Alegre, Brazil

shows

contact / help

Contact Apanhador Só

Streaming and
Download help